Meu Tudo em Tudo

De Livros e Sermões Bíblicos

Recursos relacionados
Mais Por Marshall Segal
Índice de Autores
Mais Sobre Christian Hedonism
Índice de Tópicos
Recurso da Semana
Todas as semanas nós enviamos um novo recurso de autores como John Piper, R.C. Sproul, Mark Dever, e Charles Spurgeon. Inscreva-se aqui—Grátis. RSS.

Sobre esta tradução
English: My All in All

© Desiring God

Partilhar este
Nossa Missão
Esta tradução é publicada pelo Traduções do Evangelho, um ministério que existe on-line para pregar o Evangelho através de livros e artigos disponíveis gratuitamente para todas as nações e línguas.

Saber mais (English).
Como podes Ajudar
Se você fala Inglês bem, você pode ser voluntário conosco como tradutor.

Saber mais (English).

Por Marshall Segal Sobre Christian Hedonism

Tradução por Vânia Martins

Review Você pode nos ajudar a melhorar por rever essa tradução para a precisão. Saber mais (English).



“O reino do céu é semelhante a um tesouro escondido no campo, que um homem esconde, depois de achá-lo. Então, em sua alegria, vai e vende tudo que tem, e compra aquele campo.” (Mateus 13.44 - A21)

Muitas pessoas são extremamente felizes por terem Jesus como seu Salvador, perdoando-as de todos os seus pecados. Algumas estão dispostas a tê-lo em suas vidas como Salvador, conduzindo e ensinando-as em Seus caminhos. Mas você, alguma vez, já pensou em Jesus como seu tesouro?

Tabela de conteúdo

Um tesouro escondido no campo

Uma das parábolas de Jesus, descrita no Evangelho de Mateus, fala sobre um homem em um campo. Ele está caminhando pelo campo e tropeça em alguma coisa estranha, algo incomum de se encontrar naquele lugar. Provavelmente, ele não sabia o que tinha encontrado. Não esperava achar, por acaso, riquezas em um campo. Mas encontrou. Ele tinha descoberto uma riqueza que valia uma vida inteira, estava bem ali em seu caminho, desprotegida e não percebida.

Como eu posso ter esse tesouro? O que eu preciso dar ou fazer para possuir, sentir e desfrutar desse tesouro para sempre? Ele percebeu que, para possuir o tesouro, deveria ter o campo. Então, vendeu tudo o que tinha a fim de conseguir dinheiro suficiente para comprar o campo.

Digno de Tudo

Tudo. O objetivo da parábola é destacar o quão infinito e precioso é conhecer Jesus e ser conhecido por Ele. O homem vendeu tudo para conseguir o tesouro. Ele abriu mão de sua casa, seus móveis, seu rebanho - tudo o que tinha de valor. Sacrificou coisas que tinha feito, presentes que tinha recebido, conquistas de muitos anos. De uma hora para outra, ele disse adeus para tudo, e fez isso porque sabia que o que iria ganhar superava o valor de todas as coisas que tinha até aquele momento.

Se nós não amarmos e valorizarmos Jesus dessa maneira, então, não O conheceremos de verdade. Viver uma vida Nele e com Ele é simples e, inegavelmente, mais valioso do que qualquer outra coisa que possamos comprar, construir ou conquistar aqui na Terra. Mansões não são nada. Carros lindos e caros não são nada. Roupas, lazer, produtos tecnológicos, livros, negócios, animais - nada se compara a nosso Cristo. Ele é digno de tudo.

Toda nossa força

Quando nos sentimos fracos, o tesouro que temos é a fonte de nossa força. Paulo disse: “Mas ele me disse: A minha graça te é suficiente, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. Por isso, de muito boa vontade me gloriarei nas minhas fraquezas, a fim de que o poder de Cristo repouse sobre mim.” (2 Coríntios 12.9 - A21). O Deus e Salvador, que é digno de tudo, também trabalha em nosso favor. Quando caímos, Ele está perto do cansado e quebrantado de coração. Quando estamos com sede, Ele é o sustento e a força para todas as necessidades de nossa alma. A cada momento de fraqueza Sua força nos enche consumindo-a e revelando a grandeza de Seu poder.

Todo nosso coração

Ele é nossa força, e nosso coração O deseja insaciavelmente. “Te busco como uma joia preciosa. Senhor, eu seria um tolo se desistisse.” É tolice parar de buscar por mais de Jesus. A cada nova revelação - a cada novo ensinamento a respeito de Jesus - nos enche de mais alegria, fé e descanso. Jesus é um banquete de bênçãos intermináveis e inesgotáveis para nossas vidas. Ele é a melhor coisa que nossos corações podem experimentar; e, por causa das boas novas, podemos continuar nos alimentando por toda a eternidade.

Toda nossa esperança

João Batista preparou o caminho para Jesus e seu ministério; e, quando ele, finalmente O viu, disse: “Este é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.” (João 1.29 – A21). O pecado é o maior e mais grave dos problemas tanto para nós quanto para o mundo. Não teríamos esperança se ninguém tivesse intervindo em nosso favor. A boa notícia é que o Cordeiro de Deus, Jesus Cristo, levou nossos pecados, nossa cruz, nossa vergonha sobre si morrendo por nós, e ressurgiu derrotando a morte e o pecado. Toda nossa esperança está sobre o tesouro de nossos corações, que foi morto e ressuscitou.

Verdadeiramente, Ele é, e sempre será nosso tudo em tudo.