Meditações Matutinas em 4 Partes da Bíblia

De Livros e Sermões Bíblicos

Recursos relacionados
Mais Por John Piper
Índice de Autores
Mais Sobre The Bible
Índice de Tópicos
Recurso da Semana
Todas as semanas nós enviamos um novo recurso de autores como John Piper, R.C. Sproul, Mark Dever, e Charles Spurgeon. Inscreva-se aqui—Grátis. RSS.

Sobre esta tradução
English: Morning Meditations on 4 Parts of the Bible

© Desiring God

Partilhar este
Nossa Missão
Esta tradução é publicada pelo Traduções do Evangelho, um ministério que existe on-line para pregar o Evangelho através de livros e artigos disponíveis gratuitamente para todas as nações e línguas.

Saber mais (English).
Como podes Ajudar
Se você fala Inglês bem, você pode ser voluntário conosco como tradutor.

Saber mais (English).

Por John Piper Sobre The Bible
Uma Parte da série Taste & See

Tradução por Desiring God


Eu espero que você esteja consistentemente lendo sua Bíblia durante o verão. Espero que você não pule um dia. "Em sua lei medito dia e noite" (Salmos 1:2). Oro para que haja momentos em que a experiência seja tão boa, que você diminua o ritmo e impregne seu coração com isso. Hoje foi um dia especialmente rico para mim.

Estava lendo quatro partes da Bíblia -- não preparando algum estudo, mas apenas alimentando minha alma. Em cada texto, um outro texto me vinha a mente que fazia o anterior mais claro. E isso eliminou algumas sombras de dúvida para que eu pudesse ver e experimentar Deus mais plenamente.

Tabela de conteúdo

1. Por que Saul morreu?

A causa da morte de Saul é que ele se suicidou. Outra é que ele cometeu transgressão contra o Senhor muito antes. E outra é que Deus o matou. Nenhuma destas exclui as outras. Dizer que Deus é o ator decisivo não significa que Saul não agiu. Dizer que há causas físicas para uma morte (suicídio) não significa que não houve causas morais (infidelidade).

Dizer que Saul causou sua própria morte (através de infidelidade e suicídio) não significa que não foi Deus que trouxe isso sobre ele. Seríamos infiéis às Escrituras se disséssemos que a causa da morte de Saul foi uma consequência natural do seu próprio comportamento. Precisamos dizer também: "O Senhor o matou."

Houve punição de fato, não apenas consequências naturais e impessoais. Deus é pessoal. Deus o matou. A punição foi dada por um juíz e executor. Houve ira. A Bíblia é designada para assegurar que nós não façamos com que a morte e o inferno se tornem consequências impessoais. "O Senhor o matou."

Eu, portanto, estava sóbrio esta manhã. Eu tremi em meu espírito. Eu me prostrei diante do direito e da autoridade de Deus de dar e tirar a vida. Eu o reverenciei. Bendito seja o nome do Senhor.

2. Quem se beneficiará das promessas feitas a Davi?

Qualquer um que vier a Deus através de Jesus Cristo, seu Filho, sedento por quem ele é, em vez de apoiado em quem é ou o que faz, Deus fará com este uma aliança.

Que aliança? Uma aliança definida e garantida pela "certeza do amor de Deus por Davi". Eu tomo esta afirmação para dizer que estou incluído na aliança Davídica. O que Davi receber, eu receberei em Cristo Jesus.

E o que isso inclui? Força brotará de mim. Ou seja, tamanha força que lutará por mim e me protegerá. Haverá uma lâmpada para mim preparada por Deus. Isto é, luz me rodeará e as trevas não prevalecerão contra mim. Haverá uma coroa para mim. Eu reinarei com o Filho de Davi e me assentarei com ele em seu trono. "Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono" (Apocalipse 3:21).

É absolutamente impressionante que eu me beneficiarei das promessas feitas a Davi. É a intenção de Deus me deixar atônito. É intencional que após minhas meditações eu fique atônito diante do poder, da autoridade e da certeza de que eu sou amado por Deus.

3. Faça tudo no nome de Jesus.

Faça tudo na dependência do poder e autoridade do Senhor Jesus. Faça tudo com a visão de Cristo sendo honrado. Faca tudo tendo em mente que outros serão ajudados por Jesus.

Pode o nome de Jesus ser mais difundido que isso através de nossas vidas -- fazendo tudo quanto fizermos em seu nome?

4. Quem perdoa quem primeiro?

Quando Jesus nos ensina a orar para que Deus nos perdoe "assim como nós perdoamos", ele não está dizendo que o primeiro passo quanto ao perdão é nosso. Ao invés disso: Deus nos perdoou quando viemos a crer em Jesus (Atos 10:43). Então, através desta quebrantada, rejubilante, grata e esperançosa experiência de ser perdoado é que nós oferecemos perdão aos outros. Isto significa que fomos perdoados para a salvação. Isto é, ao perdoarmos demonstramos que temos fé, que estamos unidos com Cristo, e que o Espírito habita em nós.

Mas ainda assim pecamos (1 João 1:8, 10). Então nos voltamos para Deus atrás de aplicações novas da obra de Cristo em nosso favor - aplicações novas de perdão. Não podemos fazer isso com qualquer segurança, se estamos abrigando um espírito rancoroso (Mateus 18: 23-35). É por isso que Jesus diz que pedimos perdão porque estamos perdoando. É como dizer: "Pai, continua a estender a mim as misericórdias compradas por Cristo porque por estas misericórdias eu renuncio a vingança, e estende a outros o que tu tens estendido a mim."

Oh, quão doce é a palavra de Deus! Eu olhei pela janela esta manhã iluminada e disse: Eu te amo, Deus. Eu te amo, Senhor Jesus. Eu amo a tua palavra. Oh que privilégio te conhecer e receber sua palavra. Por favor, mantenha-me fiel a ela. Em nome de Jesus. Amém.

Pastor John