Vamos Provar a Doçura da Soberania

De Livros e Sermões Bíblicos

Recursos relacionados
Mais Por John Piper
Índice de Autores
Mais Sobre Biografia Cristão
Índice de Tópicos
Recurso da Semana
Todas as semanas nós enviamos um novo recurso de autores como John Piper, R.C. Sproul, Mark Dever, e Charles Spurgeon. Inscreva-se aqui—Grátis. RSS.

Sobre esta tradução
English: Let Us Taste the Sweetness of Sovereignty

© Desiring God

Partilhar este
Nossa Missão
Esta tradução é publicada pelo Traduções do Evangelho, um ministério que existe on-line para pregar o Evangelho através de livros e artigos disponíveis gratuitamente para todas as nações e línguas.

Saber mais (English).
Como podes Ajudar
Se você fala Inglês bem, você pode ser voluntário conosco como tradutor.

Saber mais (English).

Por John Piper Sobre Biografia Cristão
Uma Parte da série Taste & See

Tradução por Desiring God


Nos seus primeiros dois anos na Índia, William Carey não recebeu nenhuma carta. Durantes seus primeiros sete anos, ele não teve convertidos. A imprensa britânico-indiana disse que “papistas” teriam chegado ao invés de “batistas.” Depois de dezenove anos de trabalho, o fogo destruiu seus preciosos manuscritos de um dicionário poliglota, a gramática Sikh e Telugu e dez versões da Bíblia. Ele teve um incidente e ficou coxo até o final. Ele perdeu duas mulheres em morte. E ele nunca foi para casa—por 41 anos.

O que o manteve indo? Fé inacreditável na soberana bondade de Deus.

Quando deixei a Inglaterra, minha esperança na conversão da Índia era muito forte; mas diante de muitos obstáculos, morreria, se não mantida por Deus. Então, eu tenho Deus, e sua Palavra é verdadeira. Mesmo que superstições dos pagãos fossem mil vezes mais fortes do que eles, o exemplo dos europeus mil vezes pior; mesmo que eu fosse desertado por todos e perseguido por todos, ainda minha fé, fixada naquela certeira Palavra, iria crescer através de qualquer obstáculos e sobressair qualquer julgamento. A causa de Deus vai triunfar.

Quando ele viu o fogo ardente e sem chamas que destruiu seu trabalho, lágrimas encheram os seus olhos e ele disse,

Em uma curta noite o trabalho de anos foi consumido. Quão inescrutáveis são os caminhos de Deus! . . . O Senhor me humilhou para que eu olhe mais simples para ele.

Por que ele não se enfureceu com Satanás por ter destruído a Palavra de Deus e o trabalho de Deus de anos? Porque ele aprendeu a verdade de Tiago 4:13-16:

Vem agora, você que diz, “Hoje ou amanhã nós iremos para tal e tal cidade e passar um ano lá e faremos negócios e lucraremos. . . . Ao invés, deve dizer, “se for a vontade do Senhor, nós viveremos e faremos isso ou aquilo.” Da maneira que é, você se vangloria em sua arrogância. Tal vanglória é maligna.

No final é Deus quem decide se você viverá ou morrerá amanhã. É Deus quem decide se o trabalho da sua vida vai acabar em cinzas ou na história, ou (como William Carey) ambos.

E Deus é bom! Quando a tragédia acontece, você pode dizer com Carey, "Quão inescrutáveis são os caminhos de Deus!" Mas você precisa nunca — nunca— duvidar sua bondade.

Você já ouviu falar da firmeza de Jó, e você já viu o propósito do Senhor, como o Senhor é compassivo e misericordioso (Tiago 5:11)

Carey subiu dos seus joelhos e "olhou mais simplesmente para Cristo", e no final de sua vida, ele disse: "Eu quase não tive um desejo insatisfeito." Ele escreveu seu próprio epitáfio: "Em Teus braços gentis eu caio."

Já caindo lá com você,

Pastor John